Dimensionamento da Luva – Padrão de luva para instalação termopares, termoresistencias e bimetálicos?

A luva é um componente muito importante instalação e muitas vezes ao se ter que instalar um sensor de temperatura não consultamos normas aplicáveis. Seja o sensor de temperatura um termopar, termorresistência ou um bimetálico o padrão do poço termométrico é a mesmo para qualquer situação. O problema é muito comum quando nos deparamos com medição de temperatura em fluidos em tubulação. O motivo destes problemas é que normalmente a empresa responsável pela definição das luvas aonde serão inseridos os sensores não conhece os requisitos básicos da termometria. Isso parece algo que não tende a mudar pois normalmente se baseiam em históricos bem sucedidos em projetos anteriores.

A utilização de luvas de conexão padronizadas para instalação de sensores de temperatura não é nova. Em 1997 a empresa Conforja (antiga Uniforja) já fabricava e seus catálogos são uma referência até hoje. A quantidade de massa que compõe essas luvas e assim suas dimensões é fundamental para uma medição correta de temperatura. Um poço termométrico mesmo que corretamente dimensionado se não observarmos o padrão da luva de conexão utilizada teremos problemas na medição de temperatura.

O conceito básico que devemos tomar para que possamos entender o problema é o fenômeno térmico chamado “equilíbrio térmico’. Ao se usar uma luva de conexão com massa excessiva ou super dimensionada em sensores de temperatura, o equilíbrio térmico do sensor ou poço termométrico com o meio pode ser comprometido.

Luva para instalação termopares, termoresistencias e bimetálicos

ITEM 5.2.3 – Instalação de sensores e Luvas de Conexão

Uma luva de conexão, juntamento com o poço termométrico e o sensor de temperatura propriamente dito pode representa um conjunto externo de massa que impede o equilíbrio térmico do sensor com o meio a ser medido. O meio externo aonde essa massa se encontra (ambiente) será igualmente responsável e parte do resultado da indicação da temperatura que estamos medindo, será influenciada pelo equilíbrio térmico do conjunto todo.

É claro que se o sensor de temperatura ou poço termométrico tiver uma imersão satisfatória (conforme norma) e trabalhar em condições aonde essas dimensões sejam respeitadas a influencia final será muito menor.

Comments are closed.